Este é o mais terrorífico dos contos. Não há cenas cómicas nem viajens de aventuras, simplesmente as sombras da alma de um mago.

Tudo começa com um jovem mago rico, habilidoso e atractivo, que tem vergonha das tolices dos seus amigos quando se apaixonam. Está tão convencido de que ele não quer cair na mesma loucura que aplica as Artes das Trevas para evitar apaixonar-se algum dia. É um conto que pretende conscienciar as crianças feiticeiras sobre o uso tenebroso da magia. A sua família, que não sabe dos métodos que usou o jovem para se proteger do amor, faz troça dos seus esquivos para não conhecer uma bela jovem.

Ele cresce orgulhoso, convencido da sua inteligência e impressionado do seu poder de ser completamente indiferente aos sentimentos. O tempo passa e o feiticeiro vê os seus amigos casar e formar as suas próprias famílias, mas ainda convence-se mais da sua recusa. Quando os seus pais morrem, não fica triste mas sente-se estranhamente "abençoado" pelas suas mortes.

O jovem muda-se para a casa que heredou e leva o seu "maior tesouro" à masmorra. O mago sente-se enganado ao ouvir uma conversa entre dois criados, um sentindo pena dele e outro a fazer troça de que ainda não tenha esposa. Então decide casar com a mais bela, saudável e talentosa mulher, e transformar-se, assim, na "inveja de todos os outros". Justamente no dia a seguir conhece a bruxa que procura. Considera-a um tesouro e convence-a a acreditar que é um homem mudado. Ela sente-se fascinada e repelida, mas aceita assistir a um banquete no seu castelo. No jantar, ele corteja-a.

Ela responde que apenas gostaria dele se demonstrasse que tem um coração. Então leva-a até à masmorra, onde mostra-lhe um mágico caixão de cristal, onde jaz o seu próprio coração a bater. A bruxa fica horrorizada pela visão do coração, que tornou-se peludo ao sair do corpo e pede ao jovem que o volte a pôr. Sabendo que isso irá convencer a rapariga, o mago abre-se o peito com a varinha e coloca-se o coração. Pensando que ele poderá apaixonar-se agora, ela abraça-o e o horrível coração "perfura-se" pela beleza da sua pele e o cheiro do seu cabelo. O coração ficou estranho aos desligar-se do seu corpo por tanto tempo, e cego e perverso fica salvagem.

Nestes momentos, os convidados do banquete que estão no andar superior perguntam-se que aconteceu com eles. Passadas algumas horas e depois de procurar por todo o castelo, encontram-no na masmorra. No chão descansa a jovem, morta, com o seu peito aberto. Ajoelhado ao seu lado, está o "mago enlouquecido", acariciando e lamendo o seu coração escarlata ainda brilhante e planeando trocá-lo pelo seu.

O seu coração ficou forte e nega-se a abandonar o corpo. O jovem, que jura que nunca será manipulado pelo seu coração, empunha uma daga e corta-o, fazendo-o sentir a vitória por uns momentos com o coração na mão em cada mão antes de cair ao chão e morrer.

18 comentários:

Anónimo disse...

Isso é história para crianças?
só se for para ela teram pesadelo de noite...

rsrsrsrs

Anónimo disse...

Nossa, Cabuloso esse conto hein! >.<

Anónimo disse...

caramba *-*
acho q num é pra criança nao

Cá Dezotti disse...

adorei :D

SeventhSeven disse...

Esse livro todo em si é muito bonito, a moral da história de cada conto tbm, mas de todos os contos, este é o melhor!!

Anónimo disse...

Comovente esse conto... mas é sim pra criança, pois tem uma lição de moral. :)

Anónimo disse...

carãa, esse conto é muito bom.
AMEI GAMEI *.*
Desde muiito antes desse livro lançar eu já estava morrendo de curiosidade em saber quais eram o outros contos que tinham desde que Hermione( HP )herdou o livro d Dumblodore e agora estou maravilhada em saber os outros.
Cada lição de moral que não se tem idééia.
Meus parabééns.
beijooooos´♥

Bis disse...

Caraca... horripilante!

Ameeei

Anónimo disse...

Desde que Hermione Granger ganhou o livro fikei muito curioso mas agora vi que ele e Muito bom as histórias sao interessantes e ao mesmo tempo passam uma lição de moral,mas acho que deveria ter mais contos,leria todos em um dia eu acho xD
Lucas!!!

Anónimo disse...

É tão terrível qto um lobo engolir uma vovó, pais abandonarem filhos na floresta para uma bruxa comê-los, uma pobre menina vendedora de fósforos morrer de frio e fome olhando uma ceia de natal pela janela ou um boi da cara preta pegar essa menina q tem medo de careta. Ou seja, definitivamente, é história pra criança!

Juliana disse...

Nossa...Vou ter pesadelo!Credo,J.K.,se isso for historinhas de ninar,então vou assistir Chuck-O Boneco Assassino antes de dormir!

may potter disse...

pow esse livro e d++


seus tapados claro que naum e pra crianças e pra adolescentes e jovens
por que ce acha que e so esse o rosto de voldemorte quando rescucita??as caveiras?? os bichos? os monstros? seliga gente

Paulo Pedro Nóbrega. disse...

Das estórias, essa é a melhor dos contos, sem dúvida.
Apesar de uns exageros aí na resolução, o conto é um tão quanto contestável.
Eu o acho lindo.

Juliane disse...

A-DO-REI!

Anónimo disse...

muito bom *-*,
um blog muito simples que ficou definitivamente perfeito...

HPImagens disse...

Apesar de não ser o criador deste pequeno espaço, agradeço muito os elogios! :D

Sérgio Ribeiro

Cris disse...

May Potter, no 7º livro diz que esses contos são pra crianças, sim!
Diz que são histórias e fábulas que as mães bruxas contam para as crianças.
Beddle, O Bardo é comparável aos Irmãos Grimm no nosso mundo: toda criança conhece as histórias deles.

Se não me engano Harry ou Hermione até diz isso pro Ron, quando ele estranha os 2 não conhecerem essas histórias do livro: "nascemos trouxas, não crescemos ouvindo essas histórias. Crescemos ouvindo Bela Adormecida, Cinderela, Pedro e o Lobo, João e Maria, Branca de Neve, Chapéuzinho Vermelho, etc..."

E aí o Ron que diz que nunca ouviu falar.

De todos os contos, esse foi o que eu menos gostei. Achei sinistro demais!

♪ Dêêh disse...

Eu estou fazendo um trabalho! com todos os 5 Resumos da Beedle! e ainda bem que coonsegui aqui! BEIJOS

Créditos:

Tradução do resumo divulgado pela Amazon.com